Num estalar de dedos

Num estalar de dedos

Com menos de um mês no ar, o Perennials Forever começa a desenvolver a sua própria trajetória e trazer algumas surpresas.

Mais rápido do que eu esperava, surgem as primeiras consultas para apresentações, bate-papos sobre o novo conceito, sua adequabilidade a certas situações e comportamentos. A novidade dá lugar ao hábito -tudo é muito imediato hoje em dia- e parece que sempre convivemos com a perennialidade (será que acabei de inventar esse termo, mais uma vez cedendo ao vício de achar que, se o Guimarães Rosa pode, por que eu não?).

Apenas para evitar precipitações, uma certeza podemos ter: existimos! O resto acontecerá num estalar de dedos, como dizia o meu amigo Luciano, cuja postura romana sempre me lembra uma pizza mezza milanesa mezza napoletana. E quanto deve demorar um estalar de dedos nessa época de web segundos?

Boa pergunta para o André Monteiro (Racing lifestyle), com seu comportamento intenso de vida aqui retratada para desmentir com louvor minha quase tese de que os moins agés não sabem contar suas histórias com emoção. Meu amigo surfista, motociclista e espiritualista, é ágil o suficiente para responder (bem) antes mesmo que eu acabe de formular a questão.

E, vamos combinar, que delícia cair do cavalo, reconhecer que estava errada -hoje e sempre- e aprender mais uma!

ângela cassiano

Um comentário em “Num estalar de dedos

  1. Qué tal vitalidad, Angela! Impresionante tu trabajo. Toda la energía del mundo para ti. Un beso. Excelente tu blog. Muy moderno y lleno de buenas ideas.
    Peter Sanguineti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Olá, quero seguir o seu blog.