Entrar de cabeça

Entrar de cabeça

Sempre digo para o meu próprio espelho, pensa dez vezes antes, mas se topar, vai com tudo! É o único jeito que entendo para viver as coisas integralmente. E depois, se a experiência chegar ao fim pela razão que for, sai inteira, pronta pra outra.

E aí, como vai a sua vida sexual na pandemia? Apimentada ou quase definitivamente enterrada? Veja o que tem a dizer a sexóloga Ana Luiza Fanganiello em Sexo na pandemia, ao mostrar que para tudo há uma outra visão e mil formas de ser criativo e inovar. Basta querer.

Minha querida Dra Danielle Amoedo, em Saúde+, mais uma vez, parte do que aprende no seu próprio consultório. Ao enxergá-lo como de fato é, uma amostra do universo, e constatar tantas atitudes, reações e sentimentos similares a partir do contexto singular em que estamos inseridos, alerta sobre o comportamento de manada. Especialmente aos ansiosos (sortudo quem não é!), certos panoramas aí traçados podem ajudar a autoanálise.

Considerando o mês dos namorados e após contar por que países diferentes escolheram datas diferentes, Luciana Monteiro Portugal fala das mulheres que amam demais e como conseguir ajuda. Em Sem lucro mas com muitos ganhos.

E se você acha que nada disso é bem assim, receba o incentivo do Fernando Manfio em Ouse discordar. Segundo ele, esse é o primeiro passo -não para a discórdia- mas para o entendimento.

Ainda assim quer um pouco de emoção? A vida do cartunista, ilustrador e escritor Raymond Briggs é contada em Ethel & Ernest, filme da Netflix, de maneira tão envolvente que encantou Patrizia Scarpa. Segundo nossa primeira e fiel colunista, que apresenta o trailer para dar um gostinho, a animação segue um roteiro bem montado, bem dirigido, bonito de ver e que, acima de tudo, toca o coração.

É assim que tentamos fazer as coisas no Perennials Forever, vestindo a camisa!

ângela cassiano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Olá, quero seguir o seu blog.