VIVER EM VOZ ALTA

VIVER EM VOZ ALTA

Você levou uma tremenda invertida e está se sentindo a última criatura na face da terra. Descola aquela foto incrível com o ambiente perfeito e a roupa que deu tão certo e a publica na sua rede social junto com a frase “brindando a beleza e a alegria da vida”.  Rapidamente 50 dos seus inúmeros amigos virtuais curtem, dizem que você está linda, chiquérrima, feliz…. como num passe de mágica, você se sente ótima, iluminada e muito querida.
O mundo de mentiras e meias-verdades que alimentamos pela nossa vontade e lançando mão do que a tecnologia nos permite sempre me faz lembrar do Guimarães Rosa, “a gente vive muito em voz alta. Mas às vezes a gente não se ouve”.
O exemplo acima é um detalhe real, comum e nem tão importante, de tudo o que se passa no mundo virtual em que estamos mergulhados e que tem sido alvo de tantos comentários e debates especialmente nas últimas semanas. O próprio Perennials Forever está sofrendo com mudanças de cenário e intervenções arbitrárias e nebulosas que afetam o seu caminho e me fazem sentir desestabilizada.
Também por isso e porque existimos para promover a reflexão que possibilita uma vida mais consciente e melhor, nosso espaço está aberto a quem quiser se manifestar a respeito. 
Damos a largada com o colunista Ricardo Eid Philipp que atendeu o nosso pedido para falar sobre O dilema das Redes, documentário que originou todo esse falatório. Também a partir dele, Fernando Manfio dá o alerta na sua coluna eletrônica com A perigosa robotização das redes.
Temos novidades com Patrizia Scarpa que agora estará conosco semanalmente mas trazendo apenas um must com as suas descobertas da internet. Na estreia deste formato, apresenta a nova queridinha da web, a cantora armênia Arpi Petrosyan.
Luciana Monteiro Portugal fala de educação e educação inclusiva em Sem lucro mas com muitos ganhos. E ainda, a moda mais que perennial de Mari Marcato em Por que não voltar no tempo? 
Na certeza de que tudo que tem vergonha de se apresentar claramente dura pouco, 

                   ângela cassiano 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Olá, quero seguir o seu blog.