Portas (da mente) se abrindo

Portas (da mente) se abrindo

Apesar  do sentimento de exaustão que pareceu reinar na última semana, captei algo como que as pessoas se abrindo para coisas práticas, diferentes. Menos palavrório e mais organização para o futuro que esperamos próximo.

Nada mais motivador que o impulso para a ação. E como precisaremos dele e de tudo que venha carregado de altas energias, olhares elevados, disposição, mangas arregaçadas!

É exatamente esse monte de coisas boas que Alyne Shiohama Novello -uma perennial nata e mais que ativa- deixa claro no seu Eternamente incomodada, eternamente mutante.

Talvez o mesmo empurrão de energia que levou a nossa colunista estreante Luciana Monteiro Portugal ao terceiro setor. É sobre a sua chegada nele que trata a primeira coluna Sem lucro mas com muito ganho. E, daqui em diante, quinzenalmente, vai mostrar cada uma dessas atividades que procuram ajudar com soluções em vez de reclamações. 

Dos musts da Patrizia Scarpa, destacamos a entrevista do premiado jornalista Gilberto Dimenstein que nos deixou na semana passada -após ter experimentado o sublime e vivido uma história de amor- e cuja Catraca Livre será sempre lembrada como facilitadora do bom jornalismo.

Finalmente, Fernando Manfio -que tem entre os perennials um grupo de fiéis seguidores- fala de Controle, descontrole e não controle. Vale a pena acompanhar o vídeo até para conferir a “cara de paz” que a quarentena imprimiu no nosso colunista eletrônico.

Que a leitura do Perennials Forever seja instigante e desperte as suas melhores sacadas!

                     ângela cassiano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Olá, quero seguir o seu blog.