PLANO B

PLANO B

por Mariano Lucente

Ensinar

Ensinar. Que difícil arte. Muita responsabilidade, carinho, respeito, atenção e tantas outras coisas para quem ensina e para quem é ensinado. Nossos pais nos ensinam desde cedo os primeiros passos, as primeiras palavras, os primeiros conceitos de certo e errado. Nos ensinam o que é amor, família, lealdade, comprometimento e tantas outras coisas que formarão a base de nosso caráter.

Os professores -que linda profissão é essa!- nos ensinam a ler, escrever, interpretar. Nos mostram o caminho da educação e da informação, maior legado que poderemos ter em nossas vidas. Os amigos muitas vezes nos trazem exemplos de como fazer ou não fazer certas coisas. Em algumas ocasiões, apreendemos por absurdo ou pela experiência de outros. Não precisamos cometer os mesmos erros para aprender determinadas coisas.

Nas empresas tomamos conhecimento de muitas atividades que possibilitam nosso crescimento profissional e nossa evolução pessoal. Em nossos relacionamentos aprendemos a conviver e aceitar o próximo com suas virtudes e defeitos e também a ser aceito da mesma forma.

O Plano B aqui proposto diz respeito a uma postura responsável 24h/7dias: todos somos professores e formadores de opinião o tempo todo e em qualquer lugar. Fazemos escola sem perceber a importância disso. Tudo o que fazemos pode ser espelho para o outro. Certamente alguém estará observando nossos atos, analisando nossas atitudes e talvez copiando esses modelos.

Pense na maneira como você trata as pessoas. Será que está fazendo da forma correta? Respeito é mútuo. Como você se comporta no trânsito? Respeita a sinalização e o direito de outros motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres como deve ser? Se o fizer, outros motoristas poderão observar e aprender com suas atitudes, além de você minimizar a grande quantidade de acidentes que ocorrem ao redor.

Nosso comportamento familiar e os cuidados de suas casas certamente são observados pelos vizinhos. Se tivermos atitudes positivas e que não molestem os outros, provavelmente irão refletir nas ações de cada um deles. Você cuida do descarte do lixo da maneira correta? Certamente isso poderá contribuir com a mudança de comportamento de seus vizinhos. Boas atitudes nessa área trarão benefícios a todos.

Cuidar de pessoas com necessidades especiais e dos nossos idosos é obrigação. Facilite o trânsito dessas pessoas. Coloque-se no lugar deles. Eles não estão com certas dificuldades ou limitações porque querem. Um dia certamente chegará a sua vez de precisar de ajuda.

Somos um país formado por muitas pessoas que gostam de levar vantagem em tudo. Até quando viveremos assim e conviveremos com isso. Precisamos respeitar as regras vigentes e exigir que os outros também o façam. Somente assim cresceremos como pessoas e como comunidade.

Ensinar é um ato de amor consciente e de desprendimento, portanto, quem irá aprender vai receber o conteúdo com satisfação e com amor. Se não for assim, nada do que for transmitido será aprendido, apenas ouvido (Luiza Gosuen)

Nessa escola da vida que estamos matriculados, temos a obrigação de agir de maneira sempre correta e respeitando o próximo e também o dever de exigir nossos direitos e nossa liberdade.

Ninguém é dono da verdade, independente do grau de instrução e de posição sócio-econômica. Apreendemos no dia a dia com qualquer pessoa e em qualquer lugar. É só estar atento. Que possamos evoluir no conceito ensinar e mais que tudo acreditar e torcer para que “nossos alunos” se tornem melhores que os mestres. Isso trará benefícios a todos.

Mariano Lucente (WhatsApp 11.955304623 e makeub156@gmail-com) é engenheiro, administrador, gosta muito de estudar e aprender. Já recebeu muito dessa vida e quer compartilhar conosco suas pequenas ou grandes guinadas, seus recomeços e todas as vezes em que teve que usar um Plano B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Olá, quero seguir o seu blog.