COMO UM COLAR DE PÉROLAS

COMO UM COLAR DE PÉROLAS

Nesse longo momento tão triste e feio que estamos vivendo, onde parece que todo o pior está vindo à tona, gosto da ideia de um sutratma. Nele, somos todos como contas de um colar e por dentro de cada um passa um mesmo cordão, que é o sagrado, o divino. 

Ele une e dá um sentido ao melhor que temos, quem sabe rumo ao melhor. Mas só a ideia de formar um colar, delicado e elegante, já traz um pouco de conforto, aquela tal esperança que nos mantém acreditando. É do que precisamos: acreditar.

Denise Fracaro, a nossa colunista do além que tem a capacidade de trazer esse além para cada vez mais perto de nós, conta hoje que é dando que se recebe, em Mais consciência, por favor!

Dos garimpos de Patrizia Scarpa, Eva Cassidy ressurge neste século como uma das mais meteóricas carreiras póstumas do cenário musical contemporâneo. 

Fernando Manfio tem um jeito muito próprio e contundente de ver o Jogo da pandemia e afirma que, enquanto continuarmos pensando pequeno e sonhando com a realização dos imediatos, vamos continuar vivendo nesta bagunça em que estamos enfiados até a cabeça sem saber o que fazer, ninguém, nem a mais alta esfera dos governos nem nós…zinhos!

Para arrematar sacudindo, o Sem lucro mas com muitos ganhos da Luciana Portugal diz que, sim, a fome aumentou e está gritando. Se for difícil ouvir parado esses gritos, mil ideias de ação e colaboração. 

E por falar em ajudar, além das boas dicas da Lu no Sem Lucro, dá pra fazer coisa boa aí mesmo. Um beijo por telefone naquela sua amiga meio chata, um sorvete de presente pro guarda da rua, um olhar cheio de amor para o seu marido como aquele que você dava em…. você sabe quando. Aliás, ajudar a gente pode sempre. De bermuda ou de colar de pérolas.

ângela cassiano

Um comentário em “COMO UM COLAR DE PÉROLAS

  1. Realmente acho que todos concordam com a matéria exposta hoje
    Precisamos acabar com esta bagunça!
    E achei linda a comparação da nossa união com um colar de
    Pérolas
    Achei perfeito!!
    Parabéns a todos que participaram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Olá, quero seguir o seu blog.